Palpite...

Já dizia minha mãe : Se conselho fosse bom não era dado . E mesmo assim há quem dê o tempo todo.

Conselho, palpite, pitaco é sinônimo da melhor das intenções em opinar sobre a vida dos outros.

Tem gente que se acha expert em apontar a melhor direção, a melhor decisão , a melhor opção para o seu caminho. Quando se trata do dele segue perdido.

É tanta gente opinando  que aos poucos  o propósito de ajudar se perde e toda aquela falação acaba sendo uma verdadeira sabotagem de planos, projetos, desejos, intenções ... 

Até hoje não entendo essas pessoas que dão palpite excessivamente na vida de quem não lhe diz respeito.  São mestres em mostrar a melhor solução , a direção mais fácil , o retorno mais rápido, o trajeto mais curto.

Se gabam por achar que  conhecem o melhor caminho e acreditam levar uma vantagem estrondosa sobre os demais. São os espertos. 

Quando detecto um palpiteiro de plantão , sigo pelo caminho contrário. Quase sempre dá certo. 

Na dúvida, siga sua intuição, ouça seus pais, fale com quem realmente seja parte da sua intimidade.

A verdade é que se ninguém paga as suas contas nem vive a sua vida, porque saberiam a melhor solução  dos seus problemas ?

Sempre vale a pena se libertar da opinião alheia excessiva e descabida dos conhecidos.

Por melhor que seja a intenção deles  ( e nem sempre é boa!) .... No fim das contas, só atrapalha.

Taynara Prado - Rio de Janeiro - 2016 - Todos os direitos reservados no EDA - Escritório de Direitos Autorais da Biblioteca Nacional do Rio de Janeiro.