Reciprocidade...

A palavra da vez nos meus projetos de vida é reciprocidade.

Reciprocidade: correspondência mútua. Dar e receber. Amar e ser amado. 

Torcer pelo outro e saber que ele também torce por você. Dar apoio e sentir-se apoiado.

Parece simples, mas nem sempre funciona. 

Nos deparamos todos os dias com relações vias de mão única. 

Não há cumplicidade. Não há parceira. Não é via de mão dupla. 

Você se doa e é sugada. 

Torce profundamente pelo o outro mas não é correspondida. 

Espera uma palavra amiga, um incentivo ou outro, mas nada acontece. 

O vazio é imenso e a relação pede por uma pausa. 

Entra em jogo aquela história sem sintonia. 

A falta de  retorno  e a decepção. 

Como entender  as limitações do outro, as falhas   do ser humano e suas fraquezas?  

Missão que exige maturidade, responsabilidade e generosidade. 

Você esperava mais e nada aconteceu.

 É simples e mais comum do que se pensa.

Não será nem a primeira nem a última vez.  

Parcerias de vida, amizades longas ou relações respeitosas no trabalho são feitas à base de reciprocidade. 

É possível ir longe com pessoas que te apoie , mas que fique claro, é necessário apoiá-las também. 

A vida não é uma relação de formiguinha e pavão onde um bajula e outro se gaba.

É reciprocidade diária com quem se ama.

É ficar feliz pelo sucesso do outro e ter a certeza de que a sua vez também chegará.

Só assim suas relações irão durar. 

Taynara Prado - Rio de Janeiro - 2016 - Todos os direitos reservados no EDA - Escritório de Direitos Autorais da Biblioteca Nacional do Rio de Janeiro.