Casa vazia

 

Minha alma se cansa

Do silêncio que havia

Entre eu e você

Numa casa vazia

 

Te esperei por anos

Me anulei por vezes

Nesse teu desengano

Que sumia por meses

 

Eu ficava aguardando

Outra hora rezando

Onde estava você

Quando eu mais precisei

 

Taynara Prado - Rio de Janeiro - 2016 - Todos os direitos reservados no EDA - Escritório de Direitos Autorais da Biblioteca Nacional do Rio de Janeiro.