Menina

 

Em tempo, já é dia de perdoar

O telefone que não tocou

O eu te amo que ele não falou

As histórias que ele mentiu

As desculpas que ele não pediu

 

Já é tempo de perdoar

Se ele não valorizou

Se ele não acreditou

Se ele não te abraçou

Se ele já te machucou

Perdoe

 

Pequena menina que linda mulher você se tornou

Nem mesmo as marcas do tempo á mudou

Doce, honesta corajosa e honrada

Supere essa mágoa, essa é sua jornada

 

Siga a diante e num sopro constante perdoe

Ele não sabe o que faz

 

Taynara Prado - Rio de Janeiro - 2016 - Todos os direitos reservados no EDA - Escritório de Direitos Autorais da Biblioteca Nacional do Rio de Janeiro.