Um caso

 

Basta te ver

Para esquecer os desencontros,

os desenganos,

as discussões

 

Basta te ouvir

E eu ignoro os desajustes,

os desprazeres

e os disparates

 

Basta abraçar

Para sentir seu despreparo,

o seu desprezo,

o seu descaso

 

Na despedida

Aqui estou

 Com meu desespero

Com meu descompasso

 

Ciclo vicioso

Amor doentio

Às vezes romântico

Às vezes viril

Ficou no passado

ou nunca existiu.

 

Taynara Prado - Rio de Janeiro - 2016 - Todos os direitos reservados no EDA - Escritório de Direitos Autorais da Biblioteca Nacional do Rio de Janeiro.