Daniele Suzuki: “Ser mãe é mais importante para mim do que o que os outros vão pensar''
Adepta da meditação transcendental, da ioga e da alimentação natural, Daniele Suzuki admite ser uma mãe preocupada, mas diz que segue educando da forma mais tranquila possível. Em entrevista à jornalista Taynara Prado, a atriz conta que o filho Kauai, 5 anos, pede um irmão quase todos os dias e é seu maior parceiro de esportes e aventuras.
Revista Crescer, por Taynara Prado - - atualizada em 13/09/2016 10h00
 
Taynara Prado –  Você segue uma alimentação saudável, foi vegana por um período. Como cuida da alimentação de Kauai?
Daniele Suzuki –
 Ele come muita fruta, muita verdura e toma muita água de côco. Tento apresentar, desde que ele era bebê, comidas diferentes, de outros lugares, principalmente, quando viajamos. Assim, ele amplia o paladar e se acostuma a comer de tudo.
TP – Muitas mães têm dificuldade em diversificar o cardápio dos filhos porque eles se recusam a experimentar alimentos novos. Kauai já teve fases difíceis com relação à alimentação?
DS –
 Kauai sempre gostou de comer - e muito! Nunca deu trabalho para comer.
TP – Seu estilo de vida é equilibrado e inclui a prática de esportes. Kauai já demonstra algum interesse por uma atividade específica?
DS – 
O Kauai faz natação, surf, futebol e judô. Desde os cinco meses, faz aulinhas de movimento, então naturalmente fica interessado em esportes!
TP – Depois da gestação, você se sentiu pressionada a recuperar rapidamente a forma física?
DS –
 Não. Curti amamentar o Kauai até que ele completasse 2 anos. Só voltei ao corpo normal depois desse tempo. Ser mãe é mais importante para mim do que o que os outros vão pensar!
TP – Como é a rotina do Kauai hoje?
DS –
 Ele tem a escola, faz natação duas vezes por semana, futebol duas vezes por semana, surfa e adora passeios na cachoeira no final de semana. Agora estamos ajustando o judô nessas atividades.
TP – O que mudou em você depois da maternidade?
DS –
 Amadureci muito, encontrei outras formas de me comunicar e de entender o universo infantil. Além disso, comecei a entender melhor os meus pais. É um amor que só sendo mãe para compreender!
TP – Kauai pede um irmãozinho?
DS –
 Muito! Quase todos os dias.
TP – E o que você diz?
DS –
 Sempre digo que, quando a mamãe se casar outra vez, talvez ele tenha um irmãozinho, mas, se não tiver, também não tem problema porque ele tem os primos e terá grandes amigos, que serão como irmãos.
TP – Você e Fábio [o empresário Fábio Novaes, ex-marido de Daniele] são separados. Como dividem as decisões do dia a dia de Kauai?
DS –
 Tentamos priorizar sempre o que é melhor para o Kauai, criando entre nós um ambiente de paz, de amor e de alegria para ele. Entendemos que ele é mais importante que qualquer coisa. Somos uma família, independente do fato de não estarmos mais juntos. Nos amamos acima de tudo.
TP – Kauai sabe o significado do nome dele?
DS – 
Ele já perguntou e gostou de saber que ele é um guardião da ilha do equilíbrio mental, físico e espiritual! Se achou todo importante, mesmo sem saber o que é exatamente.